Image Hosted by ImageShack.us

sexta-feira, setembro 26, 2008

:: Angústia ::


Preso por vários anos, pude observar como é dolorido a saudade,
sentir o desprezo da falta, e a incerteza do futuro...

Em sonos repentinos,
tenho sonhos...
...pequenos sonhos, que alimentam vagas lembranças,
lembranças que morrem com o passar da noite...

...a lua morre, e o sol nasce...

Mais um dia amanhece por traz das montanhas,
e nos reflexos da luz atravessando as grades, vejo imagens nossas,
de lindos passeios, e brincadeiras sem fundamentos.
E assim permaneço, em tremenda inconstância,
perdendo lembranças pelas noites e tendo esperanças durante o dia.


Cada traço da natureza só me traz você.

Lagrimas caem, sinto-me frágil mais uma vez,
e dessa vez meus pobres dedos sangram...
Talvez pelas "N" tentativas de fugir desse mundo que se chama solidão.

Meu coração pulsa muito agora, minha respiração angustiante me faz soar e travar pensamentos.


Mesmo preso sinto-me em plena viagem,
cujo destino é incerto.


E espero muito que ao sair daqui,
o pacífico seja tão azul quanto nos meus sonhos,

e que o seu amor por mim permanecerá para sempre, como o meu por você.



Diego Souza



Agradeço a atenção de todos!

Image Hosted by ImageShack.us
Contador de acessos
Contador de acessos

2 Comentários:

Às setembro 30, 2008 , Blogger Caroline disse...

Dieguito, amei! A musica :D e o poste! Perfeitos.. quase chorei.. te amo dih s2 beijinhos :*

 
Às outubro 13, 2008 , Blogger Dayana Araujo disse...

é sempre reclamamos q não temos tempo pra isso, pra quilo, falta tempo pra quilo outro, mas na verdade nós q não administramos nosso tempo adequadamente..gostei muito do texto, falar sobre o tempo é sempre bom, gera reflexão, introspecção, colocamos as coisas em ordem, ou pelomenos tentamos!
^^
bju corção
dolo-tiii
=D
dayana

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial