Image Hosted by ImageShack.us

domingo, setembro 02, 2007

Mês sem postar...



Ultimamente tenho pensado e andado por lugares nunca desvendados por mim,
tenho pensado no quanto a vida é pequena, e o quanto devemos aproveitar, junto com as pessoas que nós amamos e gostamos! =)
Fiquei um tempo sem dá uma passadinha poraqui, até porque to ocupado agora boa parte do dia,
mas minha vontade de escrever sempre ativa.

Estou muito feliz comigo mesmo, em relação ao meu psicologico, por talvez ter crescido muito durante essas semanas, e feliz, por ter pessoas especiais que me rodeiam, que fazem parte de mim, que antes eu dava valor, e hoje dou muito mais... Pessoas novas, que parece ter nascido conosco, amizades antigas que fazem o seu papel, de companheirismo, atenção, amor, afeto.. união!

Estou quase 1 mês sem postar, sem ler muito, apenas um livro que conta histórias de mortes em serie... o porque, como e como foram preso os assassinos.. =)

Durante esses 20 dias que se passaram, muitos momentos um tanto simples, mas meio que inesqueciveis pra mim...

Um deles, foi na casa de wilson, ao qual reunimos... Isaias, Rambinho e bruno... mais eu e wilson, e fomos embora quase 5h =D, comemos nissin, farofa.. entre outras coisas da culinaria brasileira... ehheh, dia perfeito, galera inteligente..papo bom, e o principal, sempre crescemos muito quando nos unimos!

Outro dia, foi quando entrei na internet, e uma garotinha cujo nome Ruana, me chamou pra ir em sua casa, e conversamos boa parte da madruga!

e os dias se passam...

Fim de semana passado, curtir o sábado com "n" pessoas importantes na minha vida, entre elas, Wilson, Amanda e thomas... batemos uma praia a noite, tomamos caipiveja e aquele papinho perfeito de uma noite na praia... =) Bjo mandinha ninda =*

No domingo, viajamos pra morros.. eu thomas, paula, isa e gugu, todo canto era uma foto nova (coisa de pobre).
Queriamos banhar nu, mas não deixaram, ai o jeito foi com roupa =D euhuheuheeuhe
E hoje, quarta feira, as 23:23 estou aqui, escrevendo mais uma bobagem pra vocês... fazendo o meu tempo passar de modo triunfal! =)

Em 1 mes consegui falar com minha mãe duas vezes... que legal não? =/
Péssimo, situação singular, que só vivendo pra saber o quanto é ardente, e prefiro não comentar!

Meu carro?
Ah, tremendas dividas, vão prolongar sua dormida na garagem por longos dias, meses... (ano não)

>> E fico aqui deixando um poeminha.. pra refrescar as mentes mais aflitas <<

Dor.. e saudade!

Teu reflexo ainda reflete no espelho abandonado,
sai solidão que predomina meu teto,
ainda quebrado de paixão...
Oh, doce carinho, que ainda se preserva junto com seu cheiro,
e é triste sonhar com seus beijos, e acordar em aflição de desejos.

Ai, ai.. poder sentir teu calor, era algo tão privilegiado,
e agora amargurado, sinto apenas meu ardor.
E caminho todos dias, no nosso jardin maduro,
que antes habitado, hoje moram apenas pensamentos miudos.

E nossa janela? Que durante tantas manhãs iluminaram o entrar do sol,
hoje triste e pobre, apenas abriga um jarro sem girasol!
Flor serena, que você tanto amava,
hoje restam as sementes, de você, minha doce amada.

Avisto poeira dentro de ventanias,
indo pelos cercados onde vivias,
sempre a ver o nosso lago,
hoje habitado por ditados!

Bjos... a todos!
E como sempre deixo alguns em especial!

Deixo um carinho especial a;
Isadora
Andréa
Amanda
Wilson
Lizandra
e Natalia!

Abraços, até a proxima!







Image Hosted by ImageShack.us
Contador de acessos
Contador de acessos

3 Comentários:

Às setembro 09, 2007 , Anonymous Anônimo disse...

gowwww..fofo!!!

adorei vim aki e ver o UP q vc deu!!

adoro tu moreno lindruuuu!!!

e adorei o poeminha tbm!
xD

xerinhu da Hevinhaa!!
;****************

 
Às setembro 11, 2007 , Blogger Natália disse...

me diz que essa natália ae sou eu
hahahaha
(se nao for,tu é um homem morto?)
adoooooooooro teus poemas di.
tu escreve tããão bem
te amo di.
=*
"qd a gnt se casa"
ahuahaau

 
Às setembro 25, 2007 , Blogger Sandro disse...

Fiz ranger as folhas de jornal abrindo-lhes as pálpebras piscantes.
E logo de cada fronteira distante subiu um cheiro de pólvora perseguindo-me até em casa.
Nestes últimos vinte anos nada de novo há no rugir das tempestades.
Não estamos alegres, é certo, mas também por que razão haveríamos de ficar tristes?
O mar da história é agitado. As ameaças e as guerras havemos de atravessá-las, rompê-las ao meio, cortando-as como uma quilha corta as ondas.

lembrei de ti quando li o teu post!!!! o poema chama-se e então. o que quereis, do maiakovisck.

Grande abraço dih!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial